segunda-feira, abril 25, 2011

O Erro e o Perdão

Todos os homens são passíveis de errar; e a maior parte deles é, em muitos aspectos, por paixão ou interesse tentada a fazê-lo.

(John Lennon)

Será que todos temos o direito ao perdão quando sinceramente reconhecemos nossos erros diante dos dilemas dos sentimentos e da perda de razão, dá lógica e dos sentidos? Novas etapas e novos caminhos podem ser abertos por abraços de reconhecida afetuosidade e carinho? Por ser por demais humanista e sonhador, e viva demais no mundo da Lua, eu acredito em laços fraternos que se renovam quando o sentimento é puro. Acredite. 

16 comentários:

  1. sim
    temos direito ao perdão
    sempre q reconhecemos nosso erro
    mas qndo continuamos errando
    ai é outra conversa

    ResponderExcluir
  2. Foxx tá certo. Mas dá aí um crédito: dependendo do erro, pode cometê-lo até... 3 vezes. :-)

    ResponderExcluir
  3. Dependendo do erro, podemos cometê-lo 1.000 vezes.

    ResponderExcluir
  4. Dependendo do erro, podemos cometê-lo 1.001 vezes.

    ResponderExcluir
  5. Eu como vivo errando, aprecio quem sabe perdoar. Como dizia a vovó: errar é humano, perdoar é sexy. Hehehehehe! Bjz, querido!

    ResponderExcluir
  6. Errar é humano ... mas persistir no erro é burrice ... esta máxima eu sigo na minha vida ... não abro mão dela ... para mim e para os outros ...

    Adorei a entrevista no JeD ... as coxas!!! OMG! confesso: Umidificada ... rs

    ResponderExcluir
  7. Sinceramente, acredito no perdão. Pra quem pede é muito mais fácil do que para quem decide perdoar. Por isso existe a hora certa para se fazer tudo. E desde que não persista no erro, acho que qualquer segunda chance é válida. ;)

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Cara. Tive a feliz oportuniddae de encontra teu blog através do nosso querido foxx. Curti muito teu texto. A maciez das tuas frases. Fazia tempo que numa curtia. E como bom geminiano, acho que estás querendo opiniáo sobre teu desejo de perdoar quem te amargurou uns dias antes no outro post. O maravilhoso de perdoar está no crescimento que provoca no coraçao de todos. Perdoa sim. A gente aprende muito quando pedimos e quando concedemos o perdao. bj no coraçao.

    ResponderExcluir
  9. Oceanmar... querido! obrigado por suas palavras e elogios... tentei te responder em pvt e não encontrei um email ou blog que tenhas. Então vai por aqui mesmo! Obrigado novamente pelas doces palavras! um beijo grande.

    ResponderExcluir
  10. Não ganhou ovos?????
    Não creio.
    Tragédia.
    Se quiser tenho uns 2 sobrando por aqui...
    Hahahahahahahahaha!
    Bjz!

    ResponderExcluir
  11. Acho que só quem se sente perfeito ousa não perdoar. Quando entramos em contato com a nossa miséria não é tão difícil perdoá-la nos outros. Bj

    ResponderExcluir
  12. uma vez lí que perdoa-se com a mente, depois com o coração, mas o último a perdoar é o corpo, quando o nó do estômago se desfaz....Todo mundo fala em perdoar, eu mesmo estou cá a falar de perdão, mas é tarefa pra poucos.Conheço suas palavras e poucas vezes me engano devido a uma sensibilidade FDP...Vc tem estofo pra tal. Bj

    ResponderExcluir
  13. Ao percebermos e sentirmos o erro, o perdão já nos foi dado: pela consciência. Ah, aquela pessoa não perdoou? Ok, problema dela.
    Errar faz parte da vida. É humano.
    E é possível chegar a um resultado errado de várias maneiras. Você pode somar 639 com 361, e achar que dá 900, da mesma forma que somar 247 com 753 e escrever 900. Quando na verdade o resultado será mil. A gente pode, por que não, esquecer do "vai um".

    ResponderExcluir
  14. Somos passíveis de erros. Por isso devemos perdoar. Quanto a quantidade de vezes que erramos, bem, isso vai de nossa conduta. Sabemos se estamos fazendo algo certo ou errado. Nossa consiencia aponta.
    Devemos julgar a nós mesmos, quanto aos outros, que eles façam o mesmo.
    Enquanto isso, que mal há em perdoar?

    ResponderExcluir
  15. Olá menino
    acredito que todo mundo tem direito ao perdão, mas tem uma música que diz: "o perdão também cansa de perdoar".
    Bjão

    ResponderExcluir
  16. claro que temos direito ao perdão.
    e não dizem que errar é humano?

    ResponderExcluir

Criar não é imaginação, é correr o grande risco de se ter a realidade. Entender é uma criação, meu único modo. Clarice Lispector.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...