sexta-feira, abril 08, 2011

Famílias Rasgadas


Quando perdemos um pai, uma mãe, avós ou entes mais velhos entendemos que é o fluxo natural da vida e mesmo diante da dor da perda, com o tempo entendemos que era algo esperado e acalmamos nosso coração pelo tempo que passará.

Familias são o núcleo essencial de nossa vida. Tivemos, uma, invariavelmente. Papai, Mamãe e filhos ou algumas variações. Se a separações podem ser doloridas para um casal, refletido invariavelmente na prole, acredito que, na inversão da dinâmica da vida, a perda de um filho, ainda criança, ou mesmo já adulto, seja, talvez, uma das maiores crueldades da vida com os sentimentos dos pais.

Quando a inversão da dinâmica do fluxo da vida atinge fatalmente os filhos, e não aos pais, por uma causa que não seja natural ou acidental, a alegria perde-se para todo o sempre na memória que ficará em luto para todo o sempre.

Não há como minimizar a dor desta separação. 
Que aqui fique registrado meu luto solidário a todos vocês e se trouxer um pouco de alento:

Assim nasceram os anjos. Eternos.

Sei que não escrevi nada original e possivelmente muitos já o tenham feito, mas queria deixar registrado nas minhas crônicas este meu momento solidário e de profunda consternação diante desta tragédia.

Marcelo Poloni

ps.: Eu pouco soube lidar com a morte. Nunca quis ir a velórios de familiares. Sempre quis deixar registrado na memória lembranças da vida destes que se foram, até que um dia um "coração verde" contou-me a história de sua mãe e sua reação diante do fluxo da vida. Emocionado, comecei a rever a partir dali, minha postura diante desta dinâmica natural do fluxo da vida. Obrigado Sr. coração verde.



8 comentários:

  1. Teremos realmente salvação? Tá difícil. Não apenas ecologicamente, mas pessoalmente as pessoas estão cada vez menos se importando com o próximo. Muito triste tudo isso.

    ResponderExcluir
  2. Aqui e agora só cabe o meu silêncio ...

    ResponderExcluir
  3. Como não se indignar frente a essa tragégia...!
    Oportuno post- comungo igualmente com você

    ResponderExcluir
  4. Não precisa se original Ciello, basta ser solidário. A dor dividida dói menos.
    Bjux

    ResponderExcluir
  5. Bom dia.
    Belo texto.
    Essa dor ecoa no coração de cada brasileiro.
    Que Deus os conforte.

    Um abraço.
    Maria Auxiliadora (Amapola)

    Estou lhe seguindo.

    ResponderExcluir
  6. eu tb imagino q seja uma das piores dores perder um filho.

    deve dar vontade de morrer.

    ResponderExcluir

Criar não é imaginação, é correr o grande risco de se ter a realidade. Entender é uma criação, meu único modo. Clarice Lispector.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...