terça-feira, maio 31, 2011

Pai pra toda Obra!

Acredito que nossa pátria tem a tendência e está no fluxo da evolução. Em alguns aspectos vai rápido e em outros caminha lentamente como se estivesse ainda presa as rendas da sinhás do período colonial. Cabeças limitadas, fechadas ao direito alheio de ser e exercer seu Eu pleno em direitos e deveres, sem medo ou preconceito. Medo de ser? De assumir? De virar a dinâmica a seu favor? Tudo torna-se mais fácil, por ser natural ao seu Eu, aceitar a vida e dentre diversas citações que poderia colocar aqui, fica sempre uma martelando: "Se esconder é uma forma de fomentar o preconceito". E é! 

A nossa sociedade logo vai encarar a realidade e dar um basta no pensamento estúpido, pobre e limitado de "bolsonaros", radicais religiosos, "pit-boys" e homofóbicos de plantão que, apesar de nunca deixarem de existir, ficarão limitados a sua ignorância nativa.A pobreza de espírito coletivo de nossa sociedade, que quer(?) progredir em diversidade e maturidade, ainda é dominante e puritanista. Parte deste mal é reflexo da educação recebida, desde sempre, fraca e desmotivada, unilateral.

"A imaginação, o sentimento, o novo, o imprevisto que surge do espírito desenvolvido é proibido para eles, cabeças fechadas, cérebros obtusos, eternamente negados a luz." Camille Claudel


Laurent Ghilain e Peter Meurrens, pais pra toda obra!
A tendência social será de aceitação, inclusão, mas, e o que me deixa perplexo ainda, não será pelas vias da educação, formação ou na abertura de nossa capacidade cognitiva social. Será  pela submissão "colonial" e intelectual(?) do povo que vai olhar para o resto do mundo (eixo Eua-Europa) rico - de bolsas, roupas, perfumes, eletrônicos, marcas e modelos - e achar que devemos copiá-los para ser "primeiro mundo" (definição pueril ultimamente). Pelo menos essa absorção conceitual e estilo de vida é benéfica em sentido mais amplo.

Então vamos dar vazão destes "padrões evolutivos" do Império para que, na Colonia, toda a sociedade, ou a maioria dela, venha a conhecê-los e comprar seu ideal humanista. Por exemplo: na Holanda, no dia das crianças, no horário nobre da TV, pode acontecer de um filho de dois pais Gays cantar sobre seu orgulho de tê-los! Quem sabe um dia a gente chega neste nível!


Bem vindo mundo ao novo "novo-mundo"! Que desembarquem das caravalelas o conhecimento e a tolerância comprada no exterior para que possamos - todos - saber e exercer o Eu pleno de nós mesmos e não fomentar mais preconceito.

Marcelo [Ciello] Poloni

* Homenagem aos evoluídos: Luciano Guimarães, Tony Goes, Dino Costa, Douglas Gamma e Rafa Zveiter que fazem de seus blogs referências convergentes de opiniões e liberdades necessárias a evolução pelo conhecimento. Parabéns! Muito mais que recomendados, necessários!

* [AQUI] tem mais um exemplo para ser reproduzido e publicado nestas minhas saudades. Yes baby! Love! Love and Love!

* NOTA: texto editado e re-publicado de forma a uma melhor assertividade de seu conteúdo.

26 comentários:

  1. não consigo entender pq as pessoas estão aplaudindo esse vídeo, ele é ruim, um texto preconceituoso, de gente q não se aceita direito. aff...

    ResponderExcluir
  2. Sr. Raposa... eu que não entendi... o video dos depoimentos suponho eu ser sua consideração. O do garoto holandês eu acho que é uma bela homenagem e respeito a diversidade...

    ResponderExcluir
  3. E o Senhor está cada vez escrevendo melhor!
    Beijos queridão

    ResponderExcluir
  4. acho importante divulgar esse vídeo. estou vendo meus amigos blogueiros postando e está me dando gosto.

    concordo com o foxx que esse vídeo não é perfeito, mas pode ser perfeito pra quem precisa.

    ResponderExcluir
  5. É muito bom perceber que estamos caminhando para um futuro de tolerancia e de amor.
    Porém, mesmo com toda esta evolução.. ainda existem pessoas que vão conseguir fazer disso algo ruim, e nem digo "pitboys e cia".. Mas os próprios gays.
    Uma vez na faculdade de Publicidade, um professor perguntou qual era o público mais dificil de agradar, todos pensaram em mulheres da Classe A ou B; porém o meu professor disse que são os gays.

    Na hora, não entendi direito.. Mas depois de um tempo passei a concordar, lógico que não irei colocar isso como um 100%, mas a atual geração de gays abraçou uma imagem estereotipada de Lady Gagas da vida e de Serginhos, achando que ser gay é apenas "pegar" homem e dar pinta..

    Já viram o video de um rapaz gritando com um mendigo, dizendo: "Pobreza pega"? Esta é a geração que ira usufruir das atuais conquistas.. Mas.. e aí? Como que alguém que faz isso.. pode criar algo com bom com as chances e oportunidades que tem.. ?

    Obs: Hey Marcelo... MAMILOS! =D

    ResponderExcluir
  6. Concordo com o Fox "It Gets Better" original tem um texto pra cima quase motivacional! quando o assistimos vemos pessoas já posicionadas em seus ideais, seja gay seja simpatizante.

    O video em questão começa errado pelo nome "Não gosto dos meninos"? exceptuando alguns depoimentos o resto passa todo o documentário se lamuriando e reforçando o quanto foi difícil chegar aonde estão... O fundo preto não ajuda, deixa o texto mais pesado! diferente do rosa original onde alem de mais leve e "curto" traz apenas a aceitação.

    Enfim, acho que depois desta vão confiscar minha carteirinha.. rs

    ResponderExcluir
  7. Interessante que o ponto de discussão aqui não é o Video que foi apenas citado... O texto, as colocações e o conceito de aceitação pela absorção cultural está tão ruim assim?????

    ResponderExcluir
  8. Queridão o texto como sempre está ótimo e não acho que foi apenas uma citação.. quando você comenta as entrevistas do video e cita "Se esconder é uma forma de fomentar o preconceito", o que ficou claro na maioria das entrevistas do documentário diga-se de passagem foi o "mot" para o resto do texto!! Assim, não considero que aquele video seja uma boa obra para a causa. Quando li o texto entendi que você colocou o video como uma das coisas que estão sendo feitas para melhorar a nossa situação. O que na minha opinião pode ter o efeito contrário, de reforçar que nós sempre estamos em guetos e teremos que invariavelmente passar por todos os perrengues..

    ResponderExcluir
  9. Não considero que o video Não gosto dos Meninos foi inspiração para o resto do texto. Ele serviu para ilustrar que Se assumir, para si, familia e sociedade é importante forma de liberatação, mas a questão passou, no parágrafo seguinte, para a aceitação da sociedade de quem você é enquanto gay que se assumiu publicamente e exemplos de parternidade gay no exterior foram de fato o centro e gerador da proposta!

    ResponderExcluir
  10. Eu aplaudi o vídeo e aplaudi o projeto ... querer perfeição em tudo é complicado né? o q importa é q ele atinge e ajuda a muitos ... esta questão de se assumir é um aspecto fundamental neste processo todo ... qto mais nos escondemos mais fomentamos a ignorância ... como podemos cobrar dos héteros posição mais lúcida se nós mesmos nos condenamos e nos escondemos ... Para lutar por nossos direitos [luta indispensável] só vingará se nos mostrarmos tal como somos e não nos escondermos em estereótipos q vivemos condenando ...

    ResponderExcluir
  11. Hahahahaha!!!!! Eu adoro o Foxx fazendo seu show sempre!!!! Ainda não defini minha opinião sobre o vídeo em si... mas as iniciativas são sempre válidas! Querido, adorei seu comment... vc é mesmo um lorde, hein????? Bjz!

    ResponderExcluir
  12. Ciello, você me deixou ruborizado. Obrigado pelo carinho. Juntos seremos imbatíveis!
    Muque de Peão

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde Marcelo.
    Eu posso dizer que primeiramente a pessoa ou as pessoas precisam se aceitar com são e como são,não pelo que elas tem ou não tem.
    Eu não era assumido e nem me aceitava,com isso acarretava desculpas esfarradas e sem lógica para "encobrir" as minhas saídas e chegadas noturnas após altas horas.Assim cansado disso resolvi olhar para mim e para o que sou e me aceitei e assumi para minha familia.
    No trabalho eu chamei o meu chefe e contei para ele,para minha surpresa ele me agradeceu por eu confiar nele para contar algo tão íntimo e pessoal,a nossa amizade cresceu depois deste dia e ele se mostrou e ainda demostra ser um cara mais mente aberta,pois após o fim do meu namoro o meu chefe me deu apoio para seguir em frente e sair com os amigos.Ele me estendeu a mão quando foi necessário e hora nenhuma se afastou de mim,ele e o irmão sabem de mim e me apoiam.O clima de amizade não atrapalha nosso ambiente de trabalho e eles são muito compreensivos e "atualizados".
    Com isso eu pude ver que a melhor coisa que fiz foi me aceitar como sou e o que sou e poder perceber que tenho pessoas ao meu redor que gostam de mim verdadeiramente como sou.

    ResponderExcluir
  14. NOTA>> Comentários antes das 14h30 dizem respeito a versão original que incluia um link e citação ao video "Eu não gosto dos meninos", recheado de depoimentos sobre ser assumido e seu processo de aceitação. Caso queira ver o video: http://vimeo.com/24369234


    @HayleyCarlos, de onde você é?

    @Luciano, como dira Nelson Rodrigues: só acredito em quem ainda ruboriza!

    @Foxx, Antonio e Reginaldo: discussões produtivas sempre serão fomentadas e produtivas com visões não unilaterais sobre o assunto! Obrigado pelos comentários e acho que ainda temos muito pano pra essa manga... que tirei! rs....

    @Reginaldo: a sopa fria é o que me restará?

    Bjo a todos!!!!!

    ResponderExcluir
  15. Marcelo eu sou de Betim,Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  16. temos o que? pouco mais de 500 anos de história? cedo ainda para resolver assuntos que outros países já resolveram ou estão quase...

    não é de uma hora para outra, leva tempo mesmo, nós é que gostaríamos de ver tudo certo mais rápido...

    em tempo: belo post! te dedico!

    ResponderExcluir
  17. Adorei.... nossa sociedade precisa de educação, antes de mais nada...

    ResponderExcluir
  18. Olá querido! Parabéns pelo blog e obrigado pela citação! Sucesso pra você e seguimos juntos!! Abraço,

    Douglas Gamma (Entre Nós)

    ResponderExcluir
  19. Em uma dessas leituras da vida um dia ví : A raça humana vai evoluir.....Uma parte pode ir evoluindo esperneando e se debatendo....Outra parte pode ir com tranquilidade, mas vai evoluir assim mesmo!
    A gente chega lá!
    Ps- O FOCO está na mensagem escrita e o vídeo é demostrativo da mensagem! Curso de GESTALT URGENTE para alguns leitores!
    Afff......
    Beijão

    ResponderExcluir
  20. Oi Ciello! Eu concordo que a evolução dos costumes no primeiro mundo, pode afetar a questão LGBT no Brasil também. Mas aqui nos Estados Unidos os direitos de gays e lésbicas também avançam a passos de tartaruga, devido ao mesmo tipo de problema que nós temos no Brasil, sobretudo religiosos evangélicos, pentecostais, usando o povo para ganhar poder. Enquanto na Nova Inglaterra a maioria dos Estados já tem uniões civis e casamento civil gay, a maior parte do país passou leis proibindo em suas constituições o reconhecimento de casamentos gays realizados em outros estados onde eles são permitidos. Também passaram leis estipulando que casamento só é valido entre homem e mulher, deixando claro no texto da constituição, para evitar qualquer possibilidade de eventual reconhecimento de uniões homoafetivas. Esse é o lado ruim, o lado bom é que se a lei federal de defesa do casamento for derrubada e considerada inconstituicional, fatalmente todas as outras leis estaduais devem cair, como aconteceu com a lei que criminalizava a homossexualidade no Texas, que foi para a suprema corte, foi derrubada, e acabou com as leis dos outros estados também. Isso nos dá esperança de que mesmo com tanta gente tacanha no mundo, a justiça pode prevalescer no final, ainda que demore um tempo.

    Não quero contudo desmerecer os esforços da Educação. Se a Dona Dilma quisesse, faria uma reforma no sistema educacional em parceria com os estados, e faria valer a constituição: Educação pública e de qualidade é direito de todos. Qualquer esforço nessa área demora 30, 40 anos para ser sentido na sociedade. Um currículo de qualidade, com professores qualificados e bem pagos, com escolas seguras, limpas e com as mínimas condições de funcionalidade, pode ser instrumento eficaz na educação de um povo civilizado e humanizado. Do contrário, nós podemos evoluir materialmente e continuar bárbaros. Eu aposto que você já deve ter conhecido gente assim, coberta de ouro, mas grossa no último grau. (se não conheceu, você é feliz). ;-p

    ResponderExcluir
  21. Obrigado por me citar! Agora que eu vi! Adorei a foto do Rick Martin e o vídeo holandês. bjo

    ResponderExcluir
  22. Um dia ainda atingiremos o ideal da igualdade, mas para mim esse dia ainda vai demorar, pois as tradições machistas e religiosas, ainda estão muito arraigadas em nosso povo. Adorei o vídeo.
    Bjão

    ResponderExcluir
  23. Obrigado pelo comentário e o carinho! Parabéns pelo blog! A luta por um mundo mais justo continua! E pessoas como você são essenciais nesse processo! Beijo!

    ResponderExcluir
  24. Ao contrario de alguns, eu adorei o Texto, e adorei o video " Eu nao gosto dos meninos"
    Eu tenho o desejo de ser pai, someday...

    ResponderExcluir
  25. Estarei em Sampa do dia 22 ao dia 28/06 ... coloca na agenda ... rs

    ResponderExcluir
  26. Dominar o mundo?????
    Hummmmm...
    Adorei essa vibe dominadora vinda de uma alma tão poética como a sua... hahahaha!!!!!
    Bora dominar tudoooooo!!!!! Hugzão!

    ResponderExcluir

Criar não é imaginação, é correr o grande risco de se ter a realidade. Entender é uma criação, meu único modo. Clarice Lispector.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...